A influência da água no solo

No artigo de hoje vamos abordar um assunto de extrema importância na engenharia: a relação da influência da água no solo.

A água tem um papel muito importante nas características dos solos e consequentemente nas suas condições para receber uma obra. É sempre necessário fazer análise do solo e da umidade presente nele, evitando problemas durante a obra e após a construção finalizada.

 

O solo e a água

 

Os níveis de água no solo podem trazer diversas características para o mesmo. Caso o solo apresenta níveis mais que o comum de umidade numa determinada área de solo, a mesma apresentará futuramente, se construído uma edificação sem orientação técnica, problemas como recalque e fissuras. Quanto maior tamanho dessa área com umidade excessiva, maior serão os problemas no futuro.

A água pode ainda em determinadas áreas provocar deslizamentos em taludes como decorrência da diminuição da resistência do solo.

Uma das características fruto da combinação de água e solo é quando se encontra argila no mesmo. Essa argila pode ser friável, que é uma argila mais seca e que se quebra com facilidade ou a argila úmida, mais plástica e fácil deformação.

O que é CAPILARIDADE?

Segundo Fábio Rendelucci, “Capilaridade é a subida (ou descida) de um líquido através de um tubo fino, que recebe o nome de capilar. Esse fenômeno é resultado da ação da interação das moléculas da água com o vidro (considerando que o tubo é de vidro). Essa interação depende de alguns parâmetros como o diâmetro do tubo (quanto mais fino, maior a aderência), o tipo de líquido e sua viscosidade, que, por sua vez depende da temperatura (mais quente, menos viscoso). Isso acontece da seguinte forma: as moléculas do líquido são atraídas pelas moléculas do tubo por causa das interações intermoleculares. Desse modo, o líquido fica "grudado" na parede.” 

 Fonte: Uol Educação, 2005.

 

Dessa maneira que acontece no solo também, pois ele é constituído de partículas sólidas, água e vazios ou poros. Estes poros alinhados formam inúmeros canais capilares muito finos, que aspiram a água como faz uma pessoa aspirando uma bebida através de um canudo. A força que permite a subida da água que está no subsolo é a própria pressão do ar.

Essa ação da natureza é uma das principais causas das patologias de umidade nas edificações. Nessas condições o técnico responsável pela construção tem que se atentar, antes da execução, fazer uma análise detalhada do solo para que seja viável construir de maneira segura com os devidos materiais resistentes a esse fenômeno, tais como impermeabilizações.

 

Fonte: Imperconsultoria, 2017

 

Fonte: Faça Você Mesmo Volume 1, 1978. Seleção do Reader's Digest. Página 115

 

Fonte: Faça Você Mesmo Volume 1, 1978. Seleção do Reader's Digest. Página 115

 

Casos onde ocorre problema por CAPILARIDADE

 

Segundo Robert L´Hermite; “A subida por capilaridade é fraca nas areias limpas e grossas, podendo ser muito grande nas areias argilosas, e é praticamente nula nos pedregulhos e pedras britadas e limpas. Uma camada de areia e pedra pode impedir a subida capilar”.

Solos diferente ou iguais submetidos a pressão tem comportamento diferente, a consequência disso é na fundação, quando não distribuído corretamente no solo a carga, a fundação passa a ser desequilibrada onde aparecem as patologias como: Fissuras e o recalque, entre outros.

Um exemplo clássico do mundo é a famosa Torre Pisa, que sofre com problema de recalque. Para que esse inconveniente não ocorra, é necessário que se façam ensaios de laboratório que permitam um bom conhecimento das propriedades dos solos de fundação.

Fonte: Curiosidades, Resumonet, 2016.

 

Harion Michel Perrone
Estudante de Engenharia Civil   |   LinkedIn

 

 

l Compartilhar no Facebook
Please reload

Posts Recentes

October 22, 2019

Please reload

Parceiros
DIVULGUE
SUA
MARCA
Insvista na sua marca!
Entre em contato
Arquivo
Please reload

  • https://www.facebook.com/wix
  • Facebook Metallic

© 2016 BLOG ENGENHARIA MODERNA  l  Todos direitos reservados.

Parceiros: